Custos para abrir uma empresa, você sabe quais são?

Calculating Costs Design - Contabilidade digital em São Paulo – SP

Compartilhe nas redes!

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Custos para abrir uma empresa, você sabe quais são? Essa é sem dúvida uma das primeiras perguntas de quem pretende montar o próprio negócio.

Por sinal, não poderia ser diferente, afinal conhecer os custos, é parte fundamental para o planejamento de todo e qualquer negócio, independente do seu porte.

Dessa forma, para  ajudar você que pretende empreender e montar o próprio negócio, listamos os principais custos e taxas para abrir uma empresa no Brasil, incluindo:

  • Custos para registro do CNPJ;
  • Para registro de marca;
  • Custos para aquisição de certificado digital;
  • Despesas com pró-labore e salários;
  • Custos com licenças e alvarás;
  • Despesas fixas e variáveis do negócio.

Acompanhe, então, esse conteúdo até o final e tenha um panorama completo sobre quanto custa abrir uma empresa no Brasil.

Quanto custa abrir uma empresa e ter um CNPJ no Brasil

Os custos para abrir um CNPJ no Brasil começam pelo registro do Contrato Social na Junta Comercial. No entanto, esse custo varia de estado para estado e também em função da natureza jurídica definida.

Então, como destacamos, o valor para abrir cnpj pode variar de estado para estado, no entanto, mesmo você sendo de outro estado, poderá ter uma média de valores.

Se preferir, entre em contato conosco e conheça os valores cobrados para registro do contrato social na Junta Comercial que atende a sua região.

Além de os custos gerais e comuns a todos citados até agora, outro ponto que influencia quanto você gastará para abrir empresa é o porte e a natureza jurídica do seu negócio, pois cada uma tem sua particularidade.

Custo para abrir uma LTDA

A princípio, para registrar um CNPJ na Junta Comercial será preciso pagar a DARE – Documento de Arrecadação de Receitas Estaduais.

No estado de São Paulo, o custo para abrir uma LTDA na Junta Comercial é equivalente a R$ 207,12.

Vale destacar que o valor é aplicável tanto para Sociedades Empresárias LTDA, como também para as EIRELI – Empresa Individual de Responsabilidade Limitada.

Valores para abrir uma Sociedade Limitada Unipessoal

Por sua vez, o custo para abrir uma Sociedade Limitada Unipessoal, é o mesmo, ou seja, R$ 207,12.

Vale destacar que a Sociedade Limitada Unipessoal é uma novidade que entrou em vigor em 2019 com a aprovação da Lei da Liberdade Econômica.

Assim, nesta natureza jurídica, o empresário pode abrir firma sem sócios e capital social mínimo, garantindo ainda, o direito à responsabilidade limitada.

Custo abrir uma Microempresa (ME)

Para abertura de uma microempresa (ME), ou seja, empresas com faturamento anual de até R$ 360 mil, a formalização tem início na Junta Comercial.

Os custos desse órgão são:

ME Individual (optante do Simples Nacional e com um sócio/titular): R$ 91,05;

ME Ltda (optante do Simples Nacional e com dois ou mais sócios): R$ 165,81.

No entanto, o que definirá os custos para abrir uma microempresa será o tipo de natureza jurídica escolhida pelo empreendedor.

MEI

MEI (Microempreendedor Individual), é a única categoria que não tem custos para abertura. No entanto, para se enquadrar nessa modalidade, é preciso atender à regra de faturamento, que é máximo de R$ 6.750 por mês ou R$ 81 mil ao ano.

Por isso, se formalizar como o MEI é uma excelente alternativa de legalizar as atividades de quem empreende, sem sócios e com até 1 empregado.

Desse modo, para manter a empresa funcionando, o Microempreendedor Individual deve apenas arcar com as despesas mensais recolhidas em taxa única através da DAS (Documento de Arrecadação do Simples Nacional) que corresponde a 5% do salário mínimo mais:

  • R$ 1 de ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) para comércio e indústria;
  • ou R$ 5 de ISS (Imposto sobre Serviços) para prestadores de serviços.

Outros Custos na abertura de um CNPJ

Quando o assunto é quanto custa abrir uma empresa no Brasil, é importante destacarmos outros custos importantes. Por isso, confira na sequência qual valor para registro de marcas, licenças e alvarás e certificado digital.

Registro de marcas

Apesar de não ser uma etapa obrigatória, o registro de marcas é um importante passo na abertura de novas empresas.

Na prática, o registro de marcas impede que terceiros utilizem o nome da marca de forma não autorizada e indevida, garantindo assim, uma importante segurança jurídica para os negócios.

No Brasil, o registro de marcas é de competência do INPI – Instituto Nacional da Propriedade Industrial.

As taxas também variam, mas a média é de R$ 170 para consulta e de R$ 298 a R$ 1.115 para o registro do nome.

Certificado Digital

O certificado digital é um dos itens obrigatórios para o registro do CNPJ, afinal trata-se de uma assinatura digital necessária para validar documentos e enviar declarações e informações ao fisco.

Para a abertura de empresa será emitido um E-CPF e após a abertura será emitido um E-CNPJ. Ou seja, em razão da abertura o custo será dobrado.

Os custos para aquisição do certificado digital,  variam de certificadora para certificadora e também em razão da sua validade e tipo. Confira o custo médio:

  • Certificado A1 (Validade 1 ano): R$ 200,00 a R$ 250,00
  • Certificado A3 (Validade 3 anos): R$ 390,00 a R$ 550,00
  • Conheça um pouco mais sobre certificado digital, no video abaixo:

 

Licenças e alvarás para algumas atividades

Por fim, a depender das atividades exercidas pela empresa, poderá ser necessário arcar com custos e taxas para emissão de licenças e alvarás, incluindo:

  • Alvará de Funcionamento Municipal;
  • Licença da Vigilância Sanitária;
  • Licença do Corpo de Bombeiros;
  • Registro em Conselhos de Classe.
  • Dentre outras licenças e registros, por fim.

Investimentos necessários ao abrir uma empresa

Agora que você já sabe quanto custa abrir uma empresa no Brasil do ponto de vista dos registros necessários,  vejamos, então, outros pontos importantes e que também impactam nos custos para montar um negócio.

Capital Social

O valor do Capital Social também precisa entrar na conta quando se busca saber quanto custa abrir empresa.

Por isso, o montante destinado para iniciar as atividades e manter seu negócio funcionando até que esse gere lucro suficiente para seguir sozinho deve ser considerado.

A quantia mínima indicada para definir o Capital Social de uma empresa e, assim, efetuar o registro do Contrato Social e liberação do CNPJ (Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica) é de R$ 1.000.

No entanto, é fundamental reforçar que esse valor atende apenas algumas modalidades e que o ideal é definir pontualmente o valor da sua empresa.

Para mais informações, assista o vídeo a seguir:

Pró-labore e Salários

Ao abrir uma empresa o empreendedor também precisa levar em consideração os custos com a folha de pagamento, caso tenha funcionário, são eles:

  • Pró-labore (no mínimo 1 salário mínimo por sócio);
  • FGTS – Fundo de Garantia por Tempo de Serviço;
  • Salários e benefícios dos funcionários;
  • Provisão para pagamento de férias, 13º salário e rescisão.

Despesas Fixas e Variáveis

Por fim, temos as despesas fixas e variáveis, para manter uma empresa em funcionamento, incluindo:

  • Aluguel;
  • Impostos;
  • Tarifas bancárias;
  • Água, Luz, Telefone e Internet;
  • Custos com fornecedores;
  • Manutenção de softwares e sistemas;
  • Serviços de contabilidade;

Regimes Tributários

Outro passo importante para determinar quanto custa abrir uma empresa no Brasil é a escolha do Regime Tributário que será o responsável por determinar quanto e quais impostos sua empresa pagará mensal e anualmente.

Dessa forma, o ideal é que essa definição seja feita com a orientação de um contador para evitar transtornos e pagamentos de tributos não compatíveis com o seu negócio.

Tipos de Regimes Tributários

Lucro Real

Obrigatório para empresas que faturam acima de R$ 78 milhões e para as que têm atividades no setor financeiro. Então, o cálculo das alíquotas é feito baseado nos valores da receita menos a despesa, por esse motivo o nome ‘lucro real’;

Lucro Presumido

Indicado para empresas com faturamento inferior a R$ 78 milhões, os valores cobrados para IR (Imposto de Renda) e CSLL (Contribuição Social sobre Lucro Líquido) têm como base alíquotas definidas pela Receita Federal;

Simples Nacional

Com agenda tributária mais simples bem como alíquotas menores, podem se beneficiar desse tipo de regime tributário empresas com faturamento bruto de até R$ 4,8 milhões.

Assim, em uma única guia é possível recolher impostos e arrecadações, que são:

  • ISS (Imposto sobre Serviços);
  • ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços);
  • IRPJ (Imposto sobre a Renda da Pessoa Jurídica);
  • IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados);
  • CSLL (Contribuição Social sobre o Lucro Líquido);
  • Cofins (Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social);
  • PIS (Programa de Integração Social) e/ou Pasep (Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público);
  • CPP (Contribuição Patronal Previdenciária), por fim.

Conclusão

Por fim, não se deve levar em conta apenas os custos de abertura de uma empresa ou CNPJ.

É muito importante realizar um planejamento financeiro e tributário, pois mesmo uma empresa sem faturamento irá gerar custos para o empreendedor.

Entrando em contato conosco você recebe um detalhamento completo de custos para abrir a sua empresa em SP e também em outras partes do país, assim como uma consultoria para indicar qual o melhor regime tributário a seguir.

Nossos especialistas estão a disposição para prestar todos os esclarecimentos e uma assessoria completa para abertura da sua empresa.

Fonte

Fonte

Fique por dentro de tudo e não perca nada!

Preencha seu e-mail e receba na integra os próximos posts e conteúdos!

Compartilhe nas redes:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Posts Relacionados

Fornecedores Saiba Como Encontrar Os Melhores Parceiros 640x360 - Contabilidade digital em São Paulo – SP

Fornecedores: saiba como encontrar os melhores parceiros

Os fornecedores são peças-chave para as empresas, ainda mais quando falamos em e-commerce e Marketplace. Se os produtos vendidos pela marca não são produzidos pela mesma, ela precisa conseguir esses recursos, e nem sempre ir direto na fábrica é uma boa

Precisa de uma contabilidade que entende do seu negócio ?

Encontrou! clique no botão abaixo e fale conosco!

Recomendado só para você
Cross sell e Upsell - como essas técnicas podem te…
Cresta Posts Box by CP
Back To Top

Área do Cliente





Esqueci minha senha
Open chat