Gestão de E-commerce: 12 Dicas para para alavancar o seu negócio

Gestão Ecommerce Notícias E Artigos Contábeis Na Zona Leste Sp | Vance Contábil - Contabilidade digital em São Paulo – SP

Compartilhe nas redes!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

A gestão de E-commerce envolve todos os processos necessários para fazer o negócio funcionar adequadamente e se manter em constante crescimento.

Desta forma, levando em conta a competitividade entre negócios de comércio eletrônico, a base do negócio deve ser bem estruturada e organizada, para garantir o sucesso do seu e-commerce.

Estes processos vão desde a construção do site ou Marketplace, até a contratação e treinamento da equipe que dará suporte ao negócio.

Uma empresa deve ser capaz de identificar e gerenciar todos os procedimentos que a sustentam. Para isso, é importante conhecer cada um desses processos.

O que é Gestão de E-commerce?

A Gestão de E-commerce envolve todos os processos de criação e manutenção de um E-commerce a partir de uma perspectiva de gerenciamento.

Não é preciso ser um programador, um profissional de marketing ou desenvolvedor da Web para ter sucesso em um negócio de comércio eletrônico, mas é fundamental entender cada uma dessas áreas…

Veja a seguir quais são os pontos principais para construção e gestão de um e-commerce:

1- Plataforma de vendas

A plataforma de vendas pode ser desde as páginas de um Marketplace até o site do seu negócio.

O importante aqui é determinar o formato e as características do site, a fim de maximizar a facilidade de navegação para os clientes.

Saber como criar uma loja online um sucesso não é uma tarefa fácil, mas existem práticas que certamente o ajudarão nesse caminho.

Uma maneira de se destacar no mercado, considerando a forte concorrência no setor de E-commerce, é proporcionando uma experiência excepcional ao consumidor.

Outras questões fundamentais são: segurança, escalabilidade, usabilidade, ferramentas de marketing e responsividade.

2- Layout simples 

Simplifique ao máximo a navegação no seu site do seu e-commerce.

Afinal, quanto maior o esforço mental para navegar, mais difícil será para os usuários encontrarem o que desejam.

Dessa forma, eles abandonam o seu site e sabe lá se voltarão.

É por isso que é fundamental simplificar sua barra de navegação, de modo a facilitar ao máximo a experiência do usuário.

Indique ao visitante para onde ir com um layout de página bem projetado.

3 – Ter um site responsivo

Talvez você ainda não tenha percebido, porém a cada dia mais e mais clientes fazem compras por meio do celular.

Isso significa que, para fornecer uma experiência de usuário perfeita para seus visitantes, você deve considerar o celular na sua estratégia de marketing.

Pode parecer besteira, mas essa é uma das estratégias mais importantes para o futuro da Gestão de E-commerce.

Para fazer isso é importante tornar o site responsivo, ou seja, que seu site adapte o tamanho das suas páginas (alteração do layout) ao tamanho das telas que estão sendo exibidos, como as telas de celulares e tablets. Suas vantagens derivam da adaptação a qualquer ferramenta que os usuários estejam usando para facilitar a sua visualização.

Certifique-se de que o seu site seja redimensionado para qualquer dispositivo, para que os visitantes não fiquem frustrados ao visitar sua loja pelo celular.

4 – Catalogação de produtos

O catálogo dos produtos é uma base importante para a Gestão de E-commerce.

Pensando nisso, a criação de uma experiência agradável e rica em informações ajuda a aumentar o interesse dos visitantes e é a chave para converter clientes em potencial em compradores fiéis.

Uma das dificuldades da gestão de E-commerce é o fato de que os clientes em potencial não têm a oportunidade de sentir o produto em suas mãos antes de comprar.

Produtos bem catalogados podem eliminar essa lacuna, fornecendo informações mais detalhadas, além de imagens que ajudam os clientes a se decidir.

5 – Checkout sem distrações

Person Inputting Details Of Its Credit Card In The Laptop - Notícias e Artigos Contábeis na Zona Leste - SP | Vance Contábil

 

Grande parte dos clientes abandona o carrinho antes de finalizar a compra.

Alguns abandonam por indecisão, mas também há aqueles que desistem por causa de um checkout complicado.

Para reduzir a taxa de abandono do carrinho, torne o processo de checkout mais fácil para o cliente no seu e-commerce.

Para isso, seguem algumas dicas:

  • Reduza a distração da página de checkout. Deixe-a o mais simples possível para facilitar a finalização da compra;
  • Eduque seus clientes sobre o número de etapas necessárias para concluir o processo;
  • Certifique-se de que sua opção de envio padrão seja a mais barata, a menos que haja uma opção mais rápida pelo mesmo preço;
  • Use o mínimo possível de campos do formulário e use o preenchimento automático, quando aplicável;
  • Salve informações de faturamento, envio e pagamento quando e onde for possível.

6 – Defina os meios de pagamento

Um ponto importante da gestão de e-commerce de varejo é avaliar bem quais as formas de pagamento que a sua loja virtual vai disponibilizar. Para isso, avalie o perfil dos seus clientes e as características específicas do produto ou serviço que você comercializa.

Se você vende para um público de classe mais baixa, é interessante disponibilizar, por exemplo, a opção boleto. Por outro lado, se você não trabalha com mensalidades, como é o caso de empresas de EAD ou serviços por assinatura, não é necessário que sua loja virtual tenha uma função para administrar pagamentos recorrentes.

De toda forma, oferecer mais meios de pagamento, como crédito, débito, boleto, entre outros, é um fator positivo.  Em geral,  e-commerce costuma oferecer mais opções e esse é um ponto valorizado pelos clientes.

7 – Tenha um bom preço do produto e frete justo

Muitas pessoas procuram o e-commerce pela vantagem de preço, já que muitas vezes os produtos online saem mais barato do que nas lojas físicas.

Portanto, uma dica importante de gestão de e-commerce é levar em consideração esse fator na hora de precificar os seus itens.

Além disso, com os buscadores de preços na internet cada vez mais refinados e detalhados, o consumidor pode muito mais facilmente comparar os preços de diversas lojas. Quando um cliente busca, por exemplo, aparelhos de academia, vai encontrar diversas opções de equipamentos e uma grande diversidade de valores.

A tendência do consumidor é começar pelos mais baratos, para depois verificar as especificações dos produtos. Por essa razão, o vendedor do e-commerce varejista precisa ficar atento às possibilidades do mercado, incluindo diminuição de preço dos produtos e oferecimento de frete grátis.

8- Estratégias de marketing digital e SEO para Gestão de E-commerce

Nem todo cliente que deseja o que você está vendendo sabe o que você vende.

O desafio, nesse sentido, é levar esses potenciais clientes direto para o seu site.

A maioria dos consumidores inicia o processo de compra por meio de um mecanismo de busca, normalmente o Google.

Se o seu espaço de vendas não for um dos melhores resultados, esses clientes comprarão de um de seus concorrentes.

É por isso que o marketing digital é tão importante para que você concentre seus esforços na otimização dos mecanismos de pesquisa.

Faça tudo o que estiver ao seu alcance para alcançar o topo do ranking do Google, com base em pesquisas relacionadas ao que quer que sua marca esteja vendendo.

9 – Campanhas de venda e Estratégia

Outro fator importante no E-commerce é ter um plano de marketing completo para o ano e talvez até para os próximos anos.

Este plano pode identificar áreas que eles precisam ser desenvolvidas, incluindo a introdução de campanhas de vendas, ofertas exclusivas e, mais importante, campanhas de SEO.

10- Segurança e Manutenção

Os sites podem estar sujeitos a ataques, comprometimento ou até mesmo problemas técnicos que exigirão ação rápida para resolver quaisquer problemas que possam ocorrer.

É possível receber alertas de e-mail ou texto caso ocorra algum um problema. O fator mais importante é proteger os dados confidenciais do cliente de criminosos da internet.

Portanto, é necessário implementar um alto nível de segurança para evitar riscos e problemas que possam afetar as vendas.

11- Conversão e Tráfego

O monitoramento das estatísticas de tráfego e a geração de relatórios costumam ser uma responsabilidade fundamental para uma gestão de E-commerce eficiente.

Usando ferramentas como Google Analytics o desempenho de um site pode ser analisado e avaliado para ver se alguma campanha em particular ou mudanças importantes no site tiveram sucesso ou não.

Essas ferramentas podem analisar todos os tipos de comportamentos e padrões, como taxas de rejeição, tempo na página e referências para fornecer uma visão detalhada e uma análise aprofundada.

Com esses dados, é possível tomar decisões acertadas, a partir da observação dos resultados.

12- Gestão financeira do comércio eletrônico

Fazer uma Gestão de E-commerce adequada é provavelmente uma das facetas mais importantes para se abrir uma empresa com sucesso.

Para administrar um comércio eletrônico, é fundamental planejar as despesas de marketing com bastante antecedência e desenvolver um plano financeiro que maximize os recursos.

Ter um sistema de gestão financeira pode auxiliar bastante nesse processo.

Conclusão de Gestão de E-commerce

Em última análise, você pode expandir seu E-commerce para qualquer nível que achar adequado. Isso vai depender inteiramente de quão ambicioso você é e do que deseja com isso.

E então gostou das dicas?

Você encontra mais dicas como esta em nosso blog ou entre em contato conosco para obter mais informações.

Até a próxima!

Fonte

 

 

Classifique nosso post post

Fique por dentro de tudo e não perca nada!

Preencha seu e-mail e receba na integra os próximos posts e conteúdos!

Compartilhe nas redes:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Veja também

Posts Relacionados

Análise Swot Ou Análise Fofa - Contabilidade digital em São Paulo – SP

Análise SWOT ou Análise FOFA: o que é e como fazer

Um dos clássicos da administração estratégica, a análise SWOT ou análise FOFA, é um conceito importante para as empresas enxergarem as áreas do negócio de uma maneira que ajude nas ações e estratégias. Uma estratégia que auxilia o empreendedor em uma

Guia Para Fazer Planejamento Estrategico - Contabilidade digital em São Paulo – SP

Guia para fazer planejamento estratégico

O planejamento estratégico de uma empresa é um dos pontos mais importantes para quem deseja ter sucesso no seu negócio. Afinal, é nesta etapa que serão definidos os principais objetivos da organização e os possíveis caminhos para atingi-los da maneira

Fornecedores Saiba Como Encontrar Os Melhores Parceiros 640x360 - Contabilidade digital em São Paulo – SP

Fornecedores: saiba como encontrar os melhores parceiros

Os fornecedores são peças-chave para as empresas, ainda mais quando falamos em e-commerce e Marketplace. Se os produtos vendidos pela marca não são produzidos pela mesma, ela precisa conseguir esses recursos, e nem sempre ir direto na fábrica é uma boa

Precisa de uma contabilidade que entende do seu negócio ?

Encontrou! clique no botão abaixo e fale conosco!

Recomendado só para você
O que é carnê-leão e como funciona? Quem deve declarar?…
Cresta Posts Box by CP
Back To Top

Área do Cliente





Esqueci minha senha